Likes Gratis no Facebook ou Instagram



domingo, 28 de julho de 2013

PARA REFLETIR: DA COPA EU ABRO MÃO, QUERO DINHEIRO PARA A SAÚDE, SEGURANÇA E EDUCAÇÃO

type='html'>
  O Brasil está se preparando para sediar a Copa do Mundo de Futebol em 2014. Quando o país foi escolhido como sede da Copa, o povo saiu às ruas para comemorar, achando que seria um grande benefício para a nação.
  O então presidente, Luís Inácio Lula da Silva, falou em pronunciamento à nação que não seria gasto nenhum centavo dos cofres públicos, dizendo que o dinheiro viria da FIFA (Federação Internacional de Futebol Associado) e da iniciativa privada, falando ainda que haveria melhoras para o povo brasileiro, gerando emprego e renda para a população, além de ter um grande crescimento econômico.

  Hoje, quatro anos após o anúncio, o país está passando por uma das piores crises econômicas. O crescimento econômico do país vem desacelerando, o desemprego e a inflação aumentaram, a FIFA e a iniciativa privada pouco ou nada investiram até agora, e as revoltas populares só tem aumentado. Sem contar que as verbas públicas destinadas para a construção dos estádios e das obras de mobilidade urbana só tem contribuído para aumentar a corrupção.
  As escolas públicas não oferecem o mínimo conforto aos estudantes, os professores são mal remunerados, os alunos comem uma merenda de qualidade inferior, sendo que em muitas escolas não tem ou as que têm, a merenda é estragada.

  A saúde pública está um caos; tem pessoas que chegam a dormir na porta dos hospitais ou postos de saúde a fim de conseguir uma ficha, e quando conseguem, é para ser atendido com no mínimo 30 dias. Quando é atendido, não tem remédio porque o governo criou uma farmácia popular objetivando vender os remédios mais baratos, só que esses remédios deveriam ser distribuídos gratuitamente. Nos hospitais, as pessoas são atendidas e se aglomeram nos corredores pois não existem leitos suficientes para atender a demanda.

  A segurança não existe. As pessoas acordam pela manhã e saem de casa para trabalhar e não sabem se voltarão, pois a insegurança toma conta das ruas. A bandidagem é quem domina hoje, e a própria justiça é falha, pois no Brasil o menor pode matar, roubar, estuprar, mas não pode nem mesmo ter o rosto mostrado nas emissoras de comunicação. A polícia é mal remunerada, sem contar que os policiais disponíveis são insuficientes para atender a demanda da população. Quase todos os dias, caixas eletrônicos são explodidos em alguma parte do país.

  Com o dinheiro gasto nas obras para a realização da Copa até agora, dava para construir mais de 300 hospitais de grande porte, todos eles equipados com os mais modernos aparelhos. Dava também para construir mais de 1.000 escolas e contratar milhares de professores e policiais.
  Mas, infelizmente, o mais importante para os governantes é mostrar para o mundo que “País rico é país sem pobreza”.
  Para isso, além do dinheiro gasto com essas obras, o governo resolveu conceder benefícios sociais as mais diversas classes. É Bolsa Escola, Bolsa Família, Auxílio Exclusão (para as pessoas que cometem algum tipo de crime e que se encontram presos), o Auxílio Prostituta (para as mulheres se prostituírem), o Bolsa Maconha (para os dependentes químicos), entre outros. E o pior de tudo, esses auxílios dados pelo governo são pagos com o suor daqueles que carregam o país nas costas. Hoje, quase metade do que um trabalhador ganha é para pagar impostos, e esses impostos não são utilizados para os que o pagam, pois grande parte vai para esses benefícios e agora para as obras da Copa do Mundo.
  Os protestos não podem parar. Chega de corrupção, chega de sofrimento. O povo brasileiro está cansado de ser palhaço. Mudanças já.


Créditos: Professor Marciano Dantas, Natal / RN.

View the original article here

Share on :

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Copyright Noticias sobre Cursos e Concursos, Esporte, Gospel 2011 - Some rights reserved | Powered by Blogger.com.
Template Design by Herdiansyah Hamzah | Published by Borneo Templates and Theme4all